domingo, 31 de julho de 2011

Veja locais de perigrinação da Sagrada Família

Bento XVI: família é recurso insubstituível para a evangelização


“Na sociedade atual, é muito necessária e urgente a presença de famílias cristãs exemplares.

O pontífice insistiu na dimensão missionária da família, na educação dos filhos e em geral na participação ativa na missão da Igreja e na vida da sociedade. Fez um verdadeiro ‘cântico’ à família tradicional fundada no matrimônio entre um homem e uma mulher, condenou o aborto e a eutanásia e assinalou que uma “família autêntica, baseada nestes princípios, é uma boa nova para o mundo”.  

Sagrada Família



PARÓQUIA DE N. SENHORA DAS DORES - TERESINA
SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA
TEMA: FAMÍLIA , PESSOA E SOCIEDADE.
DATA: 14 A 20 DE AGOSTO 2011

PRÉ – SEMANA: 21/07 a 13/08

                                           PROGRAMAÇÃO

DIA             HORA                                                EVENTO
21/07            19:30h                  Abertura da SNF (semana nacional da família) Missa de Envio
                                                  Capela  São Miguel Arcanjo - ed.  Paulo VI

21/07  a         19:00h                 Peregrinação da Sagrada Família pelas ruas de  
12/08                                         abrangência da Paróquia. (serão  realizadas visitas e                                      
                                                  celebrações nas  rua, por grupos de Setores a combinar)

24/07 a 27/07                            Visita Oficial da imagem da Sagrada Família, na    
                                                  paróquia de N. S. das Dores. (chegada às 16:00 horas 
                                                  do dia 24/07),  dia 27/07, em carreata deixaremos a
                                                  imagem na paróquia de N. S. das Graças (capelinha de
                                                  palha) .

13 /08           18:00h                  Encerramento da peregrinação com Missa de Abertura 
                                                  Oficial  da SNF nas Paróquias, por forania.
                                                  LOCAL: Igreja do Cristo Rei às 18:00horas
                      
14/08            08:00h                  Missa dos Pais – catedral  (abertura oficial da SNF)

15 a 20/08      17:00h               Reflexão (10minutos)sobre os temas da  SNF, ao final
                                                 das  missas de 17:00h0ras.  (cinco horas – tarde)  

19 e 20/08    16:30h às 18:00h e 07:00h        Seminário sobre  FAMÍLIA e BIOÉTICA
                                 LOCAL: Auditório da Assembléia.
                                                  Inscrição: $40,00  individual / $20,00 estudante
                                                  LOCAL: sala da pastoral familiar no ed.  Paulo  VI;              
                                                  Livraria Aliança.      
                                                                                                                                                   
20/08               18;00h              Missa de  Encerramento da Semana Nacional da Família 
                                                 (SNF) LOCAL: Igreja Nossa Senhora de Fátima
20/08               20:00h              Jantar de Confraternização das  Família.
                                                 LOCAL Salão de Recepção da Igreja de Fátima.


PARÓQUIA  NOSSA   SENHORA  das  DORES
ORGANIZAÇÃO   DA   SNF   NOS    SETORES

PARÓQUIA  NOSSA   SENHORA  das  DORES
PRE-SEMANA:    PEREGRINAÇÃO  -  IMAGEM   DA   SAGRADA  FAMÍLIA     
21/07/2011 a  13/08/2011

1º GRUPO: 21, 22,  (23)  reflexão do Tema :  “ Os desígnios de Deus para a pessoa” entrega   em procissão   ao grupo seguinte.   Lanche,  se o grupo concordar.                      

R.. Simplício Mendes   (Silvia – 32221606)
R.. Barroso                    (Sebastiana  -  32173481)
R.. 13 de maio               (M. Pereira – 32231677)

2º GRUPO:  24, 25, (26)  reflexão do Tema: ... entrega em procissão ao grupo seguinte. Lanche se os grupos concordarem.

R.. David Caldas             ( Naná – 3222 2899 / Deusene – 3223 5334)
R..7 de setembro            ( Purificação  - 32224342)
R.. 24 de janeiro              ( Socorro Pereira  - 3221 1836)

3º GRUPO 27, 28, (29)  reflexão do Tema: ... entrega em procissão ao grupo seguinte. Lanche se os grupos concordarem.

R.. Gabriel Ferreira,          (Francisca Maria – 88728703  / Alzira Teixeira –              )
R.. Quintino Bocaiuva       ( Hortência   -  32219275)
Av. Joaquim Ribeiro     (Tânia – 32213234 / Jesus -                  )   

4º GRUPO: 30, 31, (01)   reflexão do Tema: ... entrega em procissão ao grupo seguinte. Lanche se os grupos concordarem.

R. Arlindo Nogueira         (Lucília  - 32225064 / Dulce -                )
R. Area Leão                     (Veló    -  32229466)
R. Anísio de Abreu           (Maria da Guia 3223 6677  /  Nevinha – 32228963)

5º GRUPO  02, 03, (04)    reflexão do Tema: ... entrega em procissão ao grupo seguinte. Lanche se os grupos concordarem.

R. Magalhães Filho           (Graça Sandes -                /Fernanda 32219632)
R. Coelho Resende        (Mundica Veras – 32214009 / Socorro Simplício            
                                          (Humbelina   -                   )

6º GRUPO:  05, 06, (07)   reflexão do Tema: ... entrega em procissão ao grupo seguinte. Lanche se os grupos concordarem.

Av. José dos Santos e  Silva           (Cruzinha – 32224238)
R. São Pedro                      ( Ivanise – 32216895) / Teresinha Pires 99250293)
R Olavo Bilac                   ( D. Beatriz  32213877 / Juraci Mendes,   Teresinha Castelo)
R. Felix Pacheco        ?
R. Senador  Teodoro   ?


7º GRUPO: 08, 09, (10)   reflexão do Tema: ... entrega em procissão ao grupo seguinte. Lanche se os grupos concordarem.

R. São João                  ( Josélia -  32239116 )
R.Rui   Barbosa            ( Josélia)
R.Santa Luzia               (Conceição Sobreira  -  32214226  / 81070991)

8º GRUPO  11,  (12) reflexão do Tema: ...  Encerramento da peregrinação com uma celebração festiva e a participação de todos os grupos. Lanche cooperativo,  cada grupo contribui com o que puder e for combinado. 

R. João Cabral       (Neves e  Ceiça,  -  12823181 / 32226607  Concita  -            )
R. Riachuelo          ( Teresinha Carvalho -  3222 9197 )
R Firmino  Pires    (D. Alzira Dias  -  32228598 /
            
DIA 13 /08 / 2011          MISSA DE ENCERRAMENTO DA  PEREGRINAÇÃO
LOCAL:                         IGREJA DO CRISTO REI
HORÁRIO:                     18:00 horas

TODOS  SOMOS  CONVIDADOS  E  CORRESPONSÁVEIS   POR ESTE  MOMENTO DE ESPIRITUALIDADE

DIA 14 /08 / 2011          MISSA DOS PAIS    E   INÍCIO  OFICIAL  DA SEMANA       
                                      NACIONAL  DA  FAMÍLIA NA PARÓQUIA

LOCAL            IGREJA DE NOSSA SENHORA das DORES
HORÁRIO:     08:00 horas



Santa Cristina - 24 de julho


Santa Cristina


Século III

A arqueologia não serve apenas para descobrir os dinossauros enterrados pelo mundo. Ela também pode confirmar a existência dos santos mártires que marcaram sua trajetória na história pela fé em Deus. Foi o que aconteceu com santa Cristina, que teve sua tradição comprovada somente no século XIX, com as descobertas científicas desses pesquisadores.
Segundo os mosaicos descobertos na igreja de Santo Apolinário, em Ravena, construída no século VI, Cristina era realmente uma das virgens cristãs mártires das antigas perseguições. E portanto, já naquele século, venerada como santa, como se pôde observar pela descoberta de sua sepultura, que também possibilitou o aparecimento de um cemitério subterrâneo, que estava oculto ao lado.
A arte também compareceu para corroborar seu testemunho através dos tempos. O martírio da jovem virgem Cristina foi representado pelas mãos de famosos pintores, como João Della Robbias, Lucas Signorelli, Paulo Veronese e Lucas Cranach, entre outros. Além dos textos escritos em latim e grego que relatam seu suplício e morte, que só discordam quanto à cidade de sua origem.
Os registros gregos mostram como sua terra natal Tiro, enquanto os latinos citam Bolsena, na Toscana, Itália. Esses relatos do antigo povo cristão contam que o pai de Cristina, Urbano, era pagão e um oficial do Império Romano, que, ao saber da conversão da filha, queria obrigá-la a renunciar ao cristianismo. Por isso decidiu trancar a filha numa torre na companhia de doze servas pagãs. Para mostrar que não abdicava da fé em Cristo, Cristina despedaçou as estátuas dos deuses pagãos existentes na torre e jogou, janela abaixo, as jóias que as adornavam, para que os pobres pudessem pegá-las. Quando tomou conhecimento do feito, Urbano mandou chicoteá-la e prendê-la num cárcere. Nem assim conseguiu a rendição da filha, por isso a entregou aos juízes.
Cristina foi torturada terrivelmente e depois jogada numa cela, onde três anjos celestes limparam e curaram suas feridas. Como solução final, o governante pagão mandou que lhe amarrassem uma pedra ao pescoço e a jogassem num lago. Novamente, anjos intervieram: sustentaram a pedra, que ficou boiando na superfície da água, e levaram a jovem até a margem do lago.
As torturas continuaram, mesmo depois de seu pai ser castigado por Deus e morrer de forma terrível. Cristina ainda foi novamente flagelada, depois amarrada a uma grade de ferro quente e colocada numa fornalha superaquecida, mordida por cobras venenosas e teve os seios cortados, antes de, finalmente, ser morta com duas lanças transpassando seu corpo virgem. Assim o seu martírio foi divulgado pelo povo cristão desde 23 de julho de 287, data de sua morte. A festa de Santa Cristina foi confirmada e mantida pela Igreja neste dia.
Oração a Santa cristinaSede para todos nós, ó Deus Altíssimo, exemplo de fidelidade e de espírito resoluto para que possamos imitar a vida de Santa Cristina, que sofreu e morreu professando a fé católica. Dai-nos, por sua intercessão, a Graça que ousamos pedir. Por Cristo Senhor Nosso.
Amém.
Santa Cristina, rogai por nós.
Fonte:   http://milinharabelo.wordpress.com







quinta-feira, 28 de julho de 2011

Dom Sergio fala sobre nomeação de Brasília



Fiéis de Brasília se preparam para receber Dom Sergio



Os fiéis da arquidiocese de Brasília já rezavam coletivamente pela nomeação, assim, o novo arcebispo anseia continuar contando com a tal dedicação nesta nova missão pastoral. 
Quero que a Igreja de Brasília possa testemunhar a comunhão que se fundamenta na fé e que está enraizada no amor que se expressa, depois, nas diversas iniciativas pastorais”, destacou Dom Sérgio em entrevista ao noticias.cancaonova.com.



.: Ouça entrevista com Dom Sérgio da Rocha, novo Arcebispo de Brasília http://img.cancaonova.com/noticias/portal/play_audio.jpg

www.cancaonova.com

Dom Sérgio esteve, desde 2007, na Arquidiocese de Teresina, primeiro como Arcebispo Coadjutor e em 2008 assumiu o Arcebispado. Durante seus quatro anos de episcopado em Teresina dinamizou a pastoral e incentivou os serviços existentes. “No nordeste temos a graça de contar com um público muito acolhedor e com uma fé profunda e simples, mas perseverante que traz resistência diante das situações adversas”, conta o arcebispo.Esta é a segunda vez que um arcebispo de Teresina é transferido para Brasília. O primeiro foi o Cardeal Dom José Freire Falcão que assumiu em 1984 e atualmente é Arcebispo emérito da Arquidiocese de Brasília.“Como no nordeste, em Brasília será necessário dar atenção aos mais pobres e sofredores, mas é preciso dar atenção também às novas situações e ambientes, tanto no mundo da política, como no mundo da cultura”, ressalta o novo arcebispo.Dom Sérgio destaca que a Igreja deve evangelizar nas diversas situações e nos diversos ambientes na sociedade, especialmente nas faculdades, utilizando os diversos meios de comunicação. “Eu não tenho uma receita pronta, tenho os critérios que são oferecidos pela Igreja e pelo Evangelho. Por isso, quero trabalhar em comunhão, primeiramente com o Santo Padre, com a Igreja que está no Brasil através da CNBB [Conferência Nacional dos Bispos no Brasil], cuja sede está em Brasília, com a Nunciatura Apostólica, com a Igreja de todo Brasil e com aqueles que fazem o dia-a-dia da Igreja em Brasília, assumindo a missão da Igreja: a evangelização”, salienta.fonte: www.cancaonova.com



Catedral de Teresina
Dom Sergio parte de Teresina dia 4 de agosto pela manhã mas só  será arcebispo de Brasília  dia 6 de agosto.Onde os fiéis o esperam ansiosamente.

Coral N.S. das Dores











Fotos tiradas do coral no dia da celebração da Missa em ação de graças de Dom Sergio.

Fotos com Dom Sergio


Missa em ação de graças

O Arcebispo de Teresina Dom Sérgio se despede do seu povo amado:


Na missa solende de sua despedida, o arcebispo de Teresina, Dom Sérgio da Rocha, usou a expressão dita por Jesus diante de seus 12 apóstolos, registrada na Bíblia: "Amai uns aos outros como eu os amei". A celebração aconteceu na noite desta quinta-feira (28) na catedral de Nossa Senhora das Dores.

Amai-vos uns aos outros como Jesus tem amado a arquidiocese, como Jesus nos ama", disse o padre, em sua mensagem de despedida para a igreja lotada de fiéis e todo o clero da capital. 



Depois de quatro anos e meio em Teresina, Dom Sérgio viaja para o Distrito Federal no dia 4 de agosto. e será arcebispo de Brasília/DF dia 6 de agosto; presidirá a Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé.
A previsão dos padres é que só nos próximos seis meses o novo arcebispo de Teresina deve ser definido. O processo é lento e o papa Bento XVI só deve anunciar o nome do substituto em janeiro de 2012.
Dom Sérgio da Rocha pregou a caridade durante a missa. Ele dedicou a celebração a caridade, justiça e paz pelas pessoas que trabalham em prol dos pobres e sofredores. 

Aos piauienses, o arcebispo pediu para que jamais percam a esperança. Ele disse que o povo do Piauí é 
missionário, caridoso, acolhedor e religioso.wwwcidadeverde.com





Os fieis vieram à Catedral para celebrarem com Dom Sergio, o qual  acolheu-os com muito carinho. Dom Sergio é assim puro de coração. E nessa simplicidade  recebeu os calorosos  abraços e os desejos sinceros dos piauienses de que ele seja muito feliz em Brasília mas se sentir saudades é só voltar pra Teresina. E humanamente tirou fotos com todos.





domingo, 24 de julho de 2011

Diaconato

Logo mais às 19:30h na Capela de São Miguel Arcanjo - Paulo VI  na Avenida  Frei Serafim acontecerá a celebração eucarística de instituição do ministério de acólito aos canditatos ao diaconato permanente da Catedral, hoje dia 25/07/2011


Que é Diácono?
Diaconato é o primeiro grau do Sacramento da Ordem. Os outros dois são o presbiterato e o episcopado, portanto, diáconos, presbíteros e bispos compõem a hierarquia da Igreja. As mãos lhes são impostas para o ministério e não para o sacerdócio. Com a ordenação o diácono deixa sua condição de leigo e passa a fazer parte do clero. Esse Sacramento imprime caráter, que o faz diácono por toda a eternidade. Não há como retroceder.
O diaconato foi instituído pelos apóstolos. Podemos ver em Atos 6,1-6 a imposição de mãos sobre os primeiros sete diáconos: Filipe, Prócoro, Nicanor, Tímon, Pármenas, Nicolau e Estevão que foi o primeiro mártir (At. 6,8-7,60). Podemos, ainda, ver outras referencias como Fl 1,1 e 1Tm 3,8-ss. Permaneceu florescente na Igreja do Ocidente até o século V, depois por várias razões desapareceu.
O Diaconato Permanente:
 Foi restabelecido pelo Concílio Vaticano II. Inicialmente foi regulamentado pelo Papa Paulo VI, em 1967 no Motu Próprio Sacrum Diaconatus Ordinem. Em 31 de março deste ano, foram promulgados pela Congregação para o clero as Normas fundamentais para a formação dos diáconos permanentes e O diretório do ministério e da vida dos diáconos permanentes. Estes documentos deixam explícitos que a restauração do diaconato permanente numa nação não implica a obrigação da sua restauração em todas as dioceses. Compete exclusivamente ao bispo diocesano restaurá-lo ou não.
Tipos:
 Existem dois tipos de diáconos: o diácono transitório é aquele que recebe o sacramento da ordem no grau de diaconato para depois receber o segundo grau e tornar-se presbítero, ou padre, conforme costumamos dizer; e o diácono permanente, que sendo casado, não pode ascender ao grau superior, ficando permanentemente como diácono.
Exigências:
Diaconato Permanente As normas da Igreja fazem algumas exigências para a ordenação de diáconos permanentes: a formação deve durar pelo menos três anos (no mínimo mil horas) e deve conter obrigatoriamente Teologia Bíblica, Dogmática, Litúrgica e Pastoral; o candidato deve estar casado no mínimo cinco anos; tem que ter pelo menos 35 anos. Vida matrimonial e eclesial exemplares. Autorização verbal da esposa, no momento da ordenação e por escrito, arquivada no processo. Todas as dioceses têm normas específicas, exemplo: segundo grau completo, situação econômica estável, indicação do pároco, entrevistas com o Bispo (inclusive esposas), idade superior a quarenta anos, retiros espirituais a cada seis meses para que se possa meditar sobre sua vocação; estar intimamente ligado a uma paróquia, onde venha prestando valiosos serviços; complementar seus estudos com Teologia Moral, História da Igreja, Direito Canônico e Mariologia. Ser homem de oração e assíduo na freqüência aos sacramentos. De modo geral o candidato é escolhido entre aqueles que se sobressaem na comunidade por sua espiritualidade e engajamento na paróquia, todavia, nada impede que alguém explicite ao pároco ou mesmo ao bispo diocesano sua vocação de servir à Igreja como ministro ordenado.

As funções do diácono:

Diaconia quer dizer serviço, então o Diácono é ordenado para servir. Faz parte do ministério do Cristo Servo, que veio para servir e não para ser servido O ministério do diácono é voltado para o serviço à comunidade. A estola atravessada no peito mostra a horizontalidade de suas funções. A Lumem Gentium diz que: servem o povo de Deus na diaconia da liturgia, da palavra e da caridade (LG 29). Na liturgia eucarística, o diácono tem funções próprias: servir o altar, proclamar o Evangelho, fazer a homilia, quando autorizado pelo padre, convidar para o abraço da paz, purificar os vasos sagrados e fazer a despedida. Deve, ainda, São ainda funções do diácono: - Instruir e exortar o Povo de Deus e incentivar a participação correta e efetiva da assembléia na divina liturgia. - Conservar e administrar a eucaristia - Administrar solenemente o batismo - Assistir e abençoar o matrimônio - Realizar o rito funeral e da sepultura - Administrar os sacramentais - Atuar, preferencialmente na caridade - Assistir a comunidade carente - Participar da administração diocesana ou paroquial.

O exercício do ministério:


Teoricamente pode exercer seu ministério em qualquer lugar do mundo, afinal de contas ele recebeu um sacramento válido e a Igreja é una, santa e católica, ou seja, é universal, no entanto, o diácono está intimamente ligado ao bispo diocesano a quem deve plena obediência. O bispo pode colocá-lo como auxiliar de um pároco, contudo, ele tem a faculdade de auxiliar em outra paróquia, desde que disponha de tempo e tenha a autorização do titular competente.
A vida matrimonial do diácono:
Os documentos de santo Domingo nos dizem que o diácono permanente é o único a viver a dupla sacramentalidade - da ordem e do matrimônio. Um não elimina o outro. A vida matrimonial é portanto vivida em sua plenitude. Esta é a razão pela qual a esposa tem que autorizar, por escrito, e de viva voz, no momento da ordenação. O bispo pede a sua autorização para ordenar seu marido. A vocação do diácono permanente é uma vocação familiar e não pessoal, a esposa é um esteio para o bom desempenho da vida diaconal. Ela deve viver com ele esta diaconia, os filhos devem apoiar o pai e saber que a ausência dele, em alguns momentos, é para o bem da comunidade e da própria família. Sustento do diácono Todo o trabalho do diácono é uma doação à Igreja. Por isso, ele não recebe nada da Igreja. No entanto, nada impede que seja ressarcido de todos os gastos que venha a fazer como, por exemplo, com o combustível que gasta em suas locomoções no exercício de seu ministério. Geralmente o Diácono, além de nada receber, presta sua ajuda pecuniária à paróquia onde atua.
Fonte:  catholicum.wikia.com

O diácono permanente pode ser um homem solteiro, casado ou viúvo e tem quase as mesmas funções que o sacerdote, exceto consagrar a Eucaristia, ministrar o sacramento da unção dos enfermos e tender confissões. No entanto, o diácono pode realizar celebrações religiosas como batizados e casamentos, além de administrar igrejas, ser bons aconselhadores e dar a benção mesmo não sendo sacerdotes.
Outra diferença é que o diácono permanente não é mantido pela Igreja, ele pode e deve ter uma profissão para prover o seu sustento e da sua família. A estola também é diferente, no caso do diácono ela é transversal, o que simboliza serviço à Igreja e à comunidade. É um ministério de origem apostólica: “Os diáconos devem ser pessoas decentes, homens de palavra…” 1 Timóteo 3,8-13. Leia também Atos 6,1-6.
Assim como o padre, o diácono é ordenado pelo bispo após concluir o curso de Teologia e que o matrimônio tenha ocorrido há pelo menos 5 anos. Se receber a ordenação estando solteiro ou viúvo, só poderá casar-se mediante renúncia do diaconato.
 








 

Hora da Família /Semana da Família de 14 a 20 de agosto 2011

Tema: Família, Pessoa e Sociedade


A Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e a Comissão Nacional da Pastoral Familiar lançaram o subsídio “Hora da Família” 2011. O tema deste ano é: “Família, Pessoa e Sociedade”. O subsídio apresenta reflexão sobre temas familiares para a Semana Nacional da Família que, este ano será de 14 de 20 de agosto.
A Semana Nacional da Família é um evento anual que faz parte do calendário de, praticamente, todas as paróquias do Brasil e teve o início em 1992. O subsídio começou a ser editado desde a vinda do Papa João Paulo II ao Brasil, em 1994 e passou a ser publicada anualmente. Atualmente está em sua 15ª edição com uma tiragem de 210.000 mil exemplares.
“A família vem enfrentando grandes desafios, inquietações e ataques de quem deveria defendê-la. Convocamos a sociedade a debater este ano sobre este tema” disse o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, padre Luiz Antonio Bento. A publicação traz sugestões de celebrações e reflexões sobre o dia das Mães, dia dos Pais, dia do Catequista, dia do Nascituro, além de 10 encontros a serem realizados pelas famílias, entre outras.
“A família é um valor insubstituível para a sociedade. Investir na família é investir na sociedade”, concluiu padre Bento.

A família é um ramo da sociedade em que  se ramifica em valores diferentes e investir nesses volores faz um grande diferencial, ou seja comunhão na unidade, concluiu Deusene

Hoje, dia 24/07/ 2011às 19:30h aconteceu  o encontro hora da família, juntamente com a perigrinação da imagem da Sagrada família na casa da Socorro Pereira que nos recebeu com muita alegria!
Aqui  em Teresina fazemos  os encontros bem animados, bem definidos para cada tema; nos identificamos e  cumprimetamos harmoniosamente; cantamos cânticos conhecidos onde todos possam cantar.
Começamos os encontros  com a oração inicial para todos os dias, rezamos e contemplamos a oração do terço; terminamos  o encontro com a ladainha de Nossa Senhora.

Residência da Socorro
Sagrada Família






Família é a comunhão de um desejo católico: prósperar e dividir

1º Encotro fala sobre os desígnios de Deus para a pessoa
2º Encotro sobre os desígnios de Deus sobre o matrimônio e a família
3º Encontro homem e mulher  Deus  os criou
4º Encontro a pessoa se realiza na comunhão
5º Encontro Família geradora de uma sociedade nova
6º Encontro Família como rede de solidariedade
7º Encontro Política publicas que valorizam a família
8º Encontro A espiritualidade do acolhimento e da adoção
9º Encontro  Fraternidade e vida no planeta
10º Encontro A família e a pastoral da criança




Dom Sérgio

Artigos de Dom Sergio

Encontro das Paróquias

Encontro das Paróquias:  do Bairros Vermelha e Centro



Foi realizado semana passado o encontro das duas  Paróquias com o objetivo de promover intergração, harmonia,...

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Dom Sérgio da Rocha



No dia 28/07/2011 às 19:00h na Igreja Catedral Nossa Senhora das Dores será celebrada  Missa em ação de graças pelo serviço pastoral de Dom Sérgio da Rocha na Arquidiocese de Teresina-PI